quarta-feira, 15 de abril de 2009

Dragão Fashion Brasil 2009

King55
I Love you, Urban Life!

Estilo Urbano, looks masculinos repletos de skinnys, sobreposições com T-shirts, casaquinhos, camisas sobre camisetas. Looks femininos com lenços, mini-saias xadrezes, saias jeans no mais natural estilo destroyed, dava pra sentir de longe o clima de rock n’ roll da king55.
Uma representação de cores ousadas como vermelho, amarelo-fluor, Pink (E que Pink!), verde, azul. E o preto esteve super presente, claro. O look que trazia a bandeira da Inglaterra como estampa na T-shirt e no lenço remetia diretamente aos anos 70, à loja de Vivienne e Malcom McLaren, a sex, ao rock de Jhonny Rotten e Sid Vicious. Cores, estampas de oncinha, looks carregados de cores e formas remetendo a new sensation. Os óculos de plástico são divertidos, coloridos, moderninhos e descolados e surgem na maioria dos looks.
Os looks femininos traziam leggings super coloridas somadas a maxi-blusas. As gravatas e sugestões de gravatas nas T-shirts masculinas, os suspensórios, coletes deram todo um ar de rock 50’s. E se você achou que a marca ia ficar só no jeans modelo skinny, se enganou completamente: calça saruel, macacão em modelagem ampla apareceram, sim. E roubaram a cena também os bottons, que super completavam a composição. Alguns looks femininos e masculinos vinham com sobreposições de coletes em blusas dando um ar meio mod 60’s. Os cabelos com penteados de topetinhos que remetiam aos cantores de sucesso nas paradas de R&B como little Richard, os coques femininos relembravam o style girl group. Destaque para o tênis all star, marca registrada de qualquer rocker e para as caveiras.

Walério Araújo
O espetáculo do Rock Medieval

Goobie invade a passarela de Walério, timbres modernos do rock, rap com um toque de R&B e eis que toma conta da passarela um vestido completamente trabalhado em pérolas e com um super decote e amarrações nas costas. A extravagância, o espetáculo, a classe, a sofisticação reina na coleção de Walério.
Rendas, flores negras, pérolas, bottons em vinil, lantejoulas, brilho, babados, ombros à mostra, transparências, calças de cintura alta, caveiras trabalhadas em cristais. Destaque para as coroas brilhantes e os acessórios de cabeça feitos com arame e para as luvas que sugeriam antebraços esqueléticos trabalhados em cristais que ostentavam toda a classe. As botas eram extravagantes e únicas. Os looks masculinos eram de uma originalidade absurda, indo do totally Black aos com motivos que remetiam ao rock, como o rosto de Jim Morrison numa calça, o rosto dos integrantes do Kiss, referências ao nirvana, Iron Maiden nos paletós. Um colete de ar rock n’roll associado a uma calça em lantejoulas vermelhas misturava o luxo ao trash do rock.
Vestidos armados, referências à Marilyn Manson, Metallica, Guns n’ roses, botas e chapéis todos trabalhados em lantejoulas de um vermelho vibrante e pra lá de ousado. Esse é Walério, o que traz o luxo, a ostentação, o rock e entra na passarela com um ar altamente descontraído, saltos agulha altíssimos e finaliza sua apresentação com um “Beijo, me liga!”

Um comentário:

J. disse...

Eu adoro o jeito que tu descreve os desfile, é até difícil imaginar que a gente tá em Fortaleza.. hahaha
o desfile da King foi MUITO tua cara!